Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

33º Troféu Angelo Agostini 2017 anuncia vencedores

CARTAO_CONVITE2017-OFICIAL.indd

Veja quem são eles:

Melhor Desenhista: Mary Cagnin (Black Silence)

Melhor Roteirista: Alex Mir (Segundo Tempo, Ed. Draco)

Melhor Cartunista: Guabiras (Jornal O Povo – Fortaleza/CE)

Melhor Lançamento: Spectrus – Paralisia do Sono (Thiago Spyked , Ed. Crás)

Melhor Lançamento Independente: Protocolo: A Ordem (Elenildo Lopes, Thiago da Silva Mota, Ton Marx)

Melhor Web Quadrinho: Marco e seus amigos (Tako X)

Melhor Fanzine: Café Ilustrado (Thina Curtis e Fabi Menassi)

Prêmio Jayme Cortez: Ivan Freitas da Costa (Chiaroscuro Studios, CCXP)

Mestres do Quadrinho Nacional: Arthur Garcia, Gualberto Costa, Sérgio Graciano e Sidney L. Salustre

A cerimônia de entrega acontece no dia 28, a partir das 16h15, no Auditório da Biblioteca do Memorial da América Latina (ao lado da estação Barra Funda do Metrô).

Antes, o evento oferece a seguinte programação:

13h: Abertura do evento, da exposição Brasil-Argentina e do Espaço dos Independentes (estande da Comix), e lançamento do livro Sketchbook Custom Tributo a Rodolfo Zalla

13h30: Exibição do documentário Ao Mestre com Carinho, de Márcio Baraldi, sobre a vida e obra de Rodolfo Zalla, homenageado desta edição do prêmio

14h: Mesa redonda sobre quadrinhos argentinos

15h30: Sorteio de originais de diversos artistas

16h: Homenagem aos artistas falecidos em 2016

Secretaria de Cultura SP tem programação para o Dia do Quadrinho Nacional

angeloagostini

A data é comemorada em 30 de janeiro, em homenagem à primeira publicação de As aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma viagem à corte, no Jornal Vida Fluminense, pelo cartunista Angelo Agostini.

Confira a programação:

Casa das Rosas: realiza no dia 28 de janeiro, das 14h às 17h, mais uma edição da Feira de Troca. O público será convidado a dar um novo destino aos livros, revistas e gibis, poderá produzir suas próprias tiras e debater técnicas e recursos narrativos das histórias em quadrinhos. Local: Av. Paulista, 37, Bela Vista.

Museu do Futebol: oferece diversas brincadeiras vividas nos gibis, como amarelinha, cabra-cega, esconde-esconde, pega-pega e futebol de rua, todas no espaço de férias organizado em parceria com a Turma da Mônica. De quinta a domingo até 29 de janeiro, das 10h às 17h, com entrada gratuita, o público poderá conferir também os bonecos dos personagens de Maurício de Sousa expostos no local. Local: Praça Charles Miller, S/N – Pacaembu.

Casa Guilherme de Almeida: oficina “Mangá e os clássicos da literatura mundial” no dia 02 de fevereiro, às 19h. Participam a tradutora Drik Sada e o editor Alexandre Boide, que abordarão as especificidades das adaptações para os quadrinhos e tradução de obras quadrinizadas. Gratuito. Local: Rua Macapá, 187 – Pacaembu.

Biblioteca Parque Villa-Lobos: No dia 19 de janeiro, às 16h, jovens e adultos poderão conhecer curiosidades sobre o tema: qual foi o primeiro quadrinho brasileiro, quais os principais quadrinhistas do país e curiosidades sobre as adaptações das HQs para o cinema. Atividade gratuita e não é necessário se inscrever. Local: Av. Queiroz Filho, 1205, Alto de Pinheiros.

Fábrica de Cultura do Itaim Paulista: Nos dias 18 e 20 de janeiro, das 14h às 17h, acontece a oficina de introdução ao mangá, em que os participantes poderão aprender as técnicas fundamentais desse estilo.  Para participar, é necessário realizar inscrição na recepção da Fábrica, apresentando documento de identificação com foto e comprovante de residência. Gratuito e limitado a 15 vagas. Local: Rua Estudantes da China, 500.

2017: O que vem por aí pela Quadrinhos na Cia

A Quadrinhos na Cia, selo de quadrinhos da Companhia das Letras revelou pra gente alguns de seus lançamentos para este ano. E tem muita coisa boa.

Primeiro, os destaques de fora (as capas são das edições originais e podem sofrer alteração na versão brasileira):

cia_aquiAqui, de Richard McGuire: Talvez o lançamento de maior destaque da editora neste ano, o álbum ganhou o prêmio Fauve d’Or no Festival Internacional de Angoulême do ano passado. Nessa obra inovadora, o ponto de vista do leitor não muda: em mais de 300 páginas e milhares de quadros, ele assiste ao mesmo canto de uma sala. O que muda é a paisagem, os personagens e o tempo, numa trajetória de histórias dentro de histórias que se estende por séculos.

cia_girlsHow to talk to girls at parties (ainda sem título nacional), de Neil Gaiman, Gabriel Bá e Fábio Moon: Os brasileiros Bá e Moon adaptaram o conto de Gaiman sobre o jovem Enn, que não leva o menor jeito com mulheres. Em companhia do seu amigo Vic, ele acaba no meio de uma festa onde as garotas não são nem um pouco o que parecem. A HQ foi lançada nos Estados Unidos pela Dark Horse no ano passado e deve parar nas telas ainda neste ano.

cia_crumbDrawn together (ainda sem título nacional) de Robert Crumb e Alice Kominsky: A coletânea apresenta alguns dos melhores trabalhos produzidos pela dupla Crumb-Kominsky – marido e mulher e ícones do movimento underground nos anos 1970. A obra traz tanto trabalhos produzidos em parceria quanto separadamente, e outros que permaneciam inédito até o lançamento deste álbum.

Hilda e o Troll e Hilda e o Gigante da Meia-Noite, de Luke Pearson: A editora traz para o Brasil dois títulos da série conhecida lá fora como Hildafolk. Hilda é uma garota que não resiste a explorar seu mundo encantando, habitado por trolls, corvos falantes e montanhas que se movem.

Agora, os lançamentos nacionais…

Mensur, de Rafael Coutinho: O autor trabalhou no roteiro e arte dessa obra por mais de cinco anos. O Mensur do título era uma prática de esgrima muito comum na Alemanha dos séculos XVI a XIX, e que funcionava mais como ritual de passagem do que como esporte.

Bellini e o Corvo, de Tony Bellotto e Pedro Franz: primeira incursão numa história em quadrinhos do detetive criado pelo Titã. Antes, ele apareceu nos romances (que viraram filme) Bellini e a Esfinge e Bellini e os Demônios. Na trama dessa HQ, produzida a quatro mãos por Bellotto e Franz, o detetive está aposentado e mora em Florianópolis. As lembranças do antigo desaparecimento de uma mulher misturam passado e presente.

Manual do Minotauro, de Laerte, e Los Três Amigos, de Laerte, Angeli e Glauco: Essas coletâneas de tiras aparecem na prévia da editora no Papo de Quadrinho desde 2012. Vamos ver se agora vai!

2017: O que vem por aí pela Zarabatana Books

Veja os primeiros lançamentos da editora em 2017. Claro que muitas outras coisas boas devem pintar até o final do ano…

capa-erzsebetErzsébet, de Nunsky: Esta vigorosa e sombria graphic novel do quadrinista português Nunsky é baseada na vida da condessa húngara Elizabeth Báthory, que viveu de 1560 a 1614 e ficou conhecida como a Condessa Sangrenta por sua extrema crueldade e suposto envolvimento em rituais sádicos e assassinos. O livro ganhou em 2015 o Prêmio de Melhor Desenho no Festival de BD de Amadora, o evento de quadrinhos mais importante de Portugal (formato 16 x 23 cm, capa colorida, miolo em preto e branco, e 144 páginas).

capa-guiadopaisemnocaoO Guia do Pai Sem Noção, de Guy Delisle: Já em seu terceiro volume na França, este guia traz as divertidas situações vividas pelo autor e seus dois filhos, Louis e Alice. A Zarabatana publicou outros quatro títulos do premiado autor franco-canadense: Shenzhen – Uma Viagem à China, Pyongyang – Uma Viagem à Coreia do Norte, Crônicas Birmanesas e Crônicas de Jerusalém. O Guia do Pai sem Noção tem formato 14 x 19,5 cm, capa colorida, miolo em preto e branco e 192 páginas.

colluckyluke05Lucky Luke – Vol. 5, de Morris e René Goscinny: A Zarabatana Books iniciou em 2014 a publicação da Coleção Lucky Luke, com todas as histórias em quadrinhos desenhadas por Morris de 1946 a 2001. São mais de 70 histórias, divididas em 24 volumes. Este segundo volume (cronologicamente o de número 5) traz 3 histórias: O Juiz, de 1956/57; Corrida para Oklahoma, de 1957; e A Fuga dos Dalton, também de 1957. Estas duas últimas com roteiro de René Goscinny.

O cowboy Lucky Luke, sempre de bom humor e disposto a ajudar as pessoas de bem enquanto prende os bandidos que infestam o velho oeste, é a criação genial do belga Morris que, junto com Tintim (de Hergé) e Asterix (da dupla Uderzo e Goscinny), integra o trio das mais influentes e divertidas histórias em quadrinhos franco-belgas. Apesar de sua fama mundial, Lucky Luke não era editado no Brasil desde 1986, até a Zarabatana Books assumiu a missão de trazê-lo de volta. Esta edição tem 22 x 29 cm, capa e miolo coloridos e 144 páginas.

2017: O que vem por aí pela Stout Club

capa-dodo

Dando continuidade à parceria com a Panini, revelada na CCXP de 2015, a jovem editora Stout Club anuncia dois relançamentos e uma HQ inédita para este ano (por enquanto).

O primeiro relançamento é a versão colorizada (e de capa nova) de Dodô, publicada pela primeira vez em 2015 de forma independente – e em preto e branco – pelo talentoso Felipe Nunes (e que entrou na nossa lista de melhores HQs nacionais daquele ano).

A trama usa a amizade entre a solitária Laila e o misterioso pássaro Dodô para abordar temas delicados como o abandono, o inconformismo e o distanciamento familiar. O lançamento acontece em abril, durante a CCXP Tour Nordeste, em Recife.

Outro relançamento é a edição completa de Open Bar, de Eduardo Medeiros. A HQ tem dois volumes já publicados e acompanha as desventuras dos amigos Barba e Leo para dar conta de fazer funcionar o bar que Barba herdou do pai.

Por fim, chega às lojas a inédita, terceira e última parte de Xampu, série em que Roger Cruz traça o retrato do cenário musical dos anos 80 e 90.

2017: Os Independentes – O que vem por aí, por Roberto Guedes

preview01-am7

O editor e roteirista Roberto Guedes revelou com exclusividade ao Papo de Quadrinho que a sétima edição do Almanaque Meteoro está em fase final de produção e deverá ser lançada em breve.

Após a chocante cena final do último número, este dá um vislumbre do que virá a seguir: a vida do Mascarado Voador está por um fio, e a intervenção de um misterioso personagem chamado Agente Lance, pertencente à organização denominada C.L.A.V.A. (Comando Latino-Americano de Vigilantes e Agentes), é uma incógnita.

preview02-am7

Guedes garante que a edição trará outras surpresas que farão os leitores vibrarem, especialmente aqueles, que acompanham o personagem desde a sua primeira versão, nos anos 1990.

Com roteiro de Roberto Guedes, mais uma vez os desenhos deste Almanaque Meteoro 7 ficarão por conta do talentoso Daniel Alves, com arte-final de John Castelhano.

Para reservar sua edição, entre em contato com o editor pelo e-mail guedesbook@gmail.com.

2017: O que vem por aí pela Record

record2017

Livro também tem lugar na prévia do Papo de Quadrinho, ainda mais se for desses temas que a gente tanto gosta…

O Grupo Editorial Record, por meio do selo Galera (que também publica quadrinhos) tem dois lançamentos engatilhados para agradar os fãs de séries, filmes e games. Confira:

The Walking Dead: Busca e Destruição, de Jay Bonansinga: Nesse sétimo volume da série, Lilly Caul e seu bando acreditaram que a paz estava mais próxima. Uma velha ferrovia que ligava Woodbury e Atlanta permitiu um projeto de reconstrução que acarretaria uma nova era de trocas, progresso e democracia. Isso até a cidade ser mais uma vez atacada e todas as crianças raptadas.

Quem seria capaz submeter inocentes a tal violência gratuita, e por quê? As respostas para tais perguntas revelam que os mortos-vivos não são o maior problema do mundo pós-apocalipse.

Assassin’s Creed: Livro Oficial do Filme, de Christie Golden: Novelização do roteiro de Assassin’s Creed, um dos filmes mais aguardados do ano e que finalmente chega às telas brasileiras na próxima semana (12). Baseado na série de videogames homônima, a trama mostra como Animus, uma tecnologia revolucionária que desbloqueia memórias genéticas, ajuda Callum Lynch a presenciar as aventuras de seu ancestral Aguilar, na Inquisição Espanhola do século XV.

Callum descobre ser descendente de uma misteriosa sociedade secreta, a Irmandade dos Assassinos, que luta pelo direito do livre-arbítrio dos homens. Ao longo dos anos, a irmandade acumulou incríveis conhecimentos e habilidades usados no combate à poderosa e tirana Ordem dos Templários.

2017: O que vem por aí pela Nemo

Atualização 10.01.2017 – 12h50

A pedido da editora, alguns lançamentos anunciados no post original foram retirados até confirmação das informações divulgadas previamente.

Reconhecida pela alta qualidade e bom gosto do material que traz ao Brasil, em sua maioria europeu, a Nemo tem pelo menos oito lançamentos apenas para o primeiro semestre. Confira:

nemo_deslocamentoDeslocamento, de Lucy Knisley: artista, jovem e solteira, Lucy nunca imaginou que escaparia do inverno frio de Nova York a bordo de um cruzeiro para o Caribe na companhia dos avós. Durante os sete dias no mar, ela descobre mais sobre si mesma e sua família do que aprendeu durante uma vida inteira, e é obrigada a confrontar seus medos, anseios e expectativas. Lançamento em fevereiro.nemo_annefrank

O Diário de Anne Frank, adaptação de Mirella Spinelli: em 1942, uma garota judia de apenas 13 anos é forçada a se esconder com a família em razão das constantes ameaças dos nazistas. Em seu diário, Anne narra sua própria história, em meio a uma situação de privações e medo constante. O livro original foi publicado em mais de 60 línguas. Lançamento em fevereiro.

nemo_pacienciaPaciência, de Daniel Clowes: autor de obras antológicas como Wilson, em Paciência Clowes apresenta aquele que tem sido considerado seu trabalho mais exuberante até agora: uma história de amor psicodélica e futurística, que vai da destruição violenta à profunda sensibilidade. Lançamento em abril.

2017: O que vem por aí pela Lote 42

lote42_2017

Criada em 2012 com a proposta de explorar novos caminhos na relação entre textos e leitores, a Lote 42 vem se esmerando na seleção dos títulos para compor seu catálogo – Magra de Ruim, de Sirlanney, é só um exemplo entre muitos outros.

Para este ano, a editora programou o lançamento de QP, da artista equatoriana Powerpaola. A obra autobiográfica, já publicada na Colômbia e Argentina, chama atenção pelo visual arrojado e acompanhar, com sinceridade e humor, as experiências da autora com o ex-parceiro.

2017: O que vem por aí pela AVEC Editora

avec2017

A partir de hoje, Papo de Quadrinho dá início à série de postagens que antecipa os lançamentos em quadrinhos das principais editoras brasileiras neste ano.

Quem abre a série é a AVEC Editora, que programou sequências de alguns dos bem-sucedidos títulos que estrearam em seu catálogo em 2016.

Junto com eles, a editora relança a biografia em quadrinhos do empresário e apresentador Silvio Santos, publicada originalmente no final dos anos 1960 com roteiro do escritor Rubens Francisco Lucchetti e arte de Sérgio M. Lima.

avec2017_silvio

O editor Artur Vecchi contou ao Papo de Quadrinho que serão mantidos o texto, letreiramento e arte em preto e branco a fim de conservar a fidelidade ao material original. A exceção será a capa: a foto de Silvio Santos que estampou edição histórica deve ser substituída por uma imagem interna da HQ.

Confira os demais lançamentos da AVEC:

A Canção do Cão Negro – Contos do Cão Negro volume 2: A trama continua a seguir os passos de Anrarh, o cão negro de Clontarf, agora com uma aventura na Islândia.

January Jones – O Crânio de Mkwawa: a heroína tentará recuperar o crânio de Mkwawa em Paris, onde se arrisca em meio às famosas catacumbas da cidade-luz.

Le Chevalier – Arquivos Secretos volume 2: O cavaleiro terá que unir forças com seus inimigos para confrontar um adversário pior que os vilões do Comitê.

Alena: produção de terror sueca ao estilo do filme Carrie, a Estranha, em que amor, fantasmas e mortes se misturam dentro de um internato. A HQ estava prevista para 2016 e foi reprogramada para este ano.

Vecchi adianta que têm outros projetos em negociação com boas chances de serem concluídos em breve: um de autor nacional, uma republicação de autor estrangeiro e um “grande projeto” europeu.

Assim que tivermos os detalhes, divulgaremos as novidades aqui no blog.

Página 0 de 190

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017