Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Visa e Marvel produzem HQ sobre educação financeira

Visa-Marvel-GuardiõesDo Press-Release

Visa e Marvel lançaram o gibi educativo Guardiões da Galáxia: O Poderoso Plano de Rocket, que ensina princípios de finanças pessoais a leitores de todas as idades. De forma divertida e cativante, o gibi combina alguns dos super-heróis icônicos da Marvel e a expertise da Visa em educação financeira para apresentar aos leitores conceitos básicos de gestão financeira, tão importantes nos dias de hoje.

Considerado um item de colecionador, a HQ foi produzida em 16 idiomas. Em um enredo dinâmico, os personagens aprendem a importância de poupar e gerenciar suas finanças pessoais, ao mesmo tempo em que derrotam o diabólico Colecionador e os Insetos-Robô.

Esta é a segunda vez que a Marvel Comics e a Visa se unem para criar um gibi com foco em educação financeira. O primeiro, Os Vingadores: Salvando o Dia, foi lançado em 2012 em nove idiomas, e mais de 497 mil cópias foram distribuídas mundialmente.

Como parte de seu programa de educação financeira, o Finanças Práticas a Visa criou um conjunto de ferramentas educativas para ajudar a ensinar conceitos de gestão de finanças pessoais aos consumidores de todas as idades.  A empresa entende que ensinar conceitos deste tipo por meio do entretenimento educativo ou da gameficação, é uma forma eficaz de desmistificar um tópico complicado; a ideia é usar veículos cativantes e familiares – como videogames e gibis – para que os consumidores aprendam enquanto se divertem.

Além da versão impressa, Guardiões da Galáxia: O Poderoso Plano de Rocket está disponível gratuitamente em formato digital neste link. A HQ faz parte do Finanças Práticas, programa de educação financeira gratuito, premiado, testado e aprovado por professores e diversos outros públicos, atingindo milhões de pessoas no mundo todo a cada ano.

O programa foi lançado no Brasil em 2005 e está disponível hoje em 16 idiomas, em 42 países. No site do programa Finanças Práticas, educadores, pais e alunos têm acesso grátis a diversos recursos educativos, entre os quais, artigos sobre finanças pessoais, calculadoras, planos de aula entre outros recursos.

ComicCON RS anuncia vinda do artista de V de Vingança

ANUNCIO lloyd

Do Press Release

Em agosto a ComicCON RS chega à sua sexta edição e confirma o posto de maior convenção de quadrinhos e cultura pop do Rio Grande do Sul ao anunciar a vinda do inglês David Lloyd, lendário ilustrador de V de Vingança. Presença constante em eventos internacionais do gênero – e certamente o nome mais relevante dos quadrinhos a passar pelo estado –, o artista participa de painéis, entrevistas e sessões de autógrafos nos dias 20 e 21 de agosto, no campus da Ulbra em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre.

Criador de uma das obras fundamentais da nona arte junto com o roteirista Alan Moore, Lloyd é responsável por dar vida à icônica máscara de Guy Fawkes que se popularizou com a adaptação da história para o cinema em 2005, transformando-se em símbolo moderno de contestação em movimentos e manifestações globais. Autor da graphic novel Kickback e conhecido ainda por parcerias com autores de peso como Garth Ennis, Warren Ellis e Grant Morrison, desde 2012 o quadrinista se dedica à revista Aces Weekly, sua inovadora iniciativa voltada às HQs digitais.

O evento

Três vezes indicada ao Troféu HQMix, a ComicCON RS prepara neste ano a sua maior edição, contando com a ampla estrutura da Ulbra para oferecer dois palcos com programação simultânea, espaço para estandes e Artists Alley expandido, assim como áreas de lazer, alimentação, exposições e sessões de autógrafos. Além disso, a convenção será sede da Maratona Conselho Jedi – antiga Jedicon RS – tradicional encontro gaúcho de fãs de Star Wars realizado pelo CJRS.

Entre as primeiras atrações anunciadas está Danilo Beyruth, forte expoente do quadrinho nacional por obras como Necronauta e Bando de Dois, além de recentes trabalhos para a Marvel nos títulos Gwenpool e Deadpool vs. Gambit.
Primeiro artista escolhido para atuar no selo Graphic MSP, Danilo se consagrou com a trilogia Astronauta, que rendeu prêmios e conquistou o mercado europeu. Acompanham o veterano quadrinista outros dois recentes reforços desse seleto grupo: o premiado ilustrador Rogério Coelho, que reinterpretou um dos mais carismáticos personagens da Turma da Mônica com a elogiada Louco – Fuga, e a jovem revelação Bianca Pinheiro, escolhida para assinar a HQ solo da Mônica. Até agosto a CCRS promete anunciar muitas outras atrações e novidades que podem ser acompanhadas pela página http://www.facebook.com/comicconrs.

Com o primeiro lote já esgotado, os ingressos antecipados a preços promocionais podem ser adquiridos pelo site http://www.comicconrs.com/ingressos-2016, com opções de pagamento por cartão de crédito, débito em conta e boleto bancário. A ComicCON RS 2016 acontece nos dias 20 e 21 de agosto, no campus da Ulbra em Canoas, e é uma realização da Produtora Multiverso.

Livro reúne reportagens em quadrinhos de Joe Sacco

sacco

Do Press-Release

Na última década, Joe Sacco tem se voltado cada vez mais aos quadrinhos curtos para nos mandar relatos dos conflitos ao redor do globo. Reunidas pela primeira vez, essas reportagens mostram por que Sacco é um dos principais correspondentes de guerra dos nossos tempos.

São histórias de refugiados africanos em Malta, de contrabandistas palestinos, de criminosos de guerra e de suas vítimas. E ainda de uma incursão com o exército americano no Iraque, em que ele vê de perto a miséria e o absurdo da guerra.

Um de seus trabalhos mais maduros, Reportagens traz Sacco nas linhas de frente dos conflitos, relatando com sensibilidade e crueza os horrores — e as esperanças — da humanidade.

Com lançamento previsto para 27 de junho pela Companhia das Letras, Reportagens tem 200 páginas, formato 19,5 x 26,5 cm e preço de R$ 49,90.

“Lizzie Bordello”, de Germana Viana, ganha nova edição impressa

Lizzie2 - Capa

Foi uma grata surpresa quando o webquadrinho Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço ganhou as páginas impressas pela primeira vez no final de 2014, pela Jambô – aliás, noticiado com exclusividade pelo Papo de Quadrinho.

Germana Viana continuou a frenética atualização das páginas na Internet, e juntou material suficiente para lançar o segundo volume das aventuras das “bucaneiras bagaceiras”: Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço 2 – A Volta de Capeta.

A trama principal traz de volta Lizzie, Deus, Fran e Lambretinha, que precisam enfrentar a terrível ameaça de Capeta – na verdade, a falida irmã de Deus que aparece sem aviso para morar com as amigas. Outras duas histórias completam a edição: Família Romena Vende Tudo e Férias com Capeta.

O encadernado reúne as páginas publicadas na internet de 22 de maio de 2015 a 31 de março de 2016, duas histórias inéditas, pin-ups e galeria de convidados. Tem 80 páginas coloridas, formato 20,5 x 27,5 cm, preço de R$ 35,00 e pode ser adquirido diretamente no site da Jambô.

Para matar a saudade: Editora Abril relança Manual do Escoteiro Mirim

Capa2016

Do Press-Release

Lançado originalmente no Brasil em 1971, o Manual do Escoteiro Mirim está de volta. A partir de 25 de maio, o fac-símile do livro, também publicado pela Editora Abril à época, estará disponível nas bancas, livrarias e revistarias de todo o país.

O pedido para relançar a publicação, inspirada no manual usado pelos personagens Huguinho, Zezinho e Luisinho nas histórias em quadrinhos, partiu dos próprios fãs Disney, que manifestaram pelas redes sociais o desejo de rever o livro, peça rara e valiosa nos sebos do Brasil.

“O Manual do Escoteiro Mirim faz parte da memória afetiva de milhares de leitores, que agora poderão compartilhar o livro com seus filhos e netos”, comentou Mariana Caetano, editora da Redação Quadrinhos Disney.

Todo o conteúdo, linguagem e formato das 256 páginas do Manual foram mantidos como na primeira edição. Ele traz os sobrinhos trigêmeos do Pato Donald e outros personagens Disney dando dicas para encarar aventuras ao ar livre e contando muitas curiosidades. O manual será vendido por R$ 39,90.

Também em 25 de maio, a Abril lança uma edição de luxo, encadernada, com as melhores histórias em quadrinhos dos Escoteiros Mirins, desenhadas pelo maior quadrinista Disney de todos os tempos, Carl Barks, e outros grandes autores. O especial será vendido por R$59,90.

A equipe de quadrinhos da editora avalia a possibilidade de reeditar outros livros da coleção, como o Manual do Tio Patinhas e o Manual do Professor Pardal.

Almanaque Meteoro 6 está à venda

AM6-Capa

Do Press-Release

Acaba de ser lançada a nova e aguardada edição do Almanaque Meteoro, do selo editorial Guedes Manifesto. Além do herói adolescente, a revista ainda traz mais duas criações de Roberto Guedes: o já conhecido cigano Zan-Garr e a estreia de Monique, uma genuína bad girl, que protagoniza uma trama de suspense e terror.

Em Até Por Ti… Morrerei!, Meteoro encara seu maior desafio até o momento. Quando Aríete, um ser colossal forjado na aurora do universo, ameaça destruir a cidade de São Paulo, o Mascarado Voador se interpõe em seu caminho de destruição, e para isso conta com a ajuda inesperada de três bravos voluntários. Um verdadeiro épico desenhado pelo talentoso Daniel Alves, com o mais improvável desfecho dos últimos anos nas histórias em quadrinhos.

Já em Monique, o leitor acompanha a trágica história da personagem homônima, que se passa nos tempos da Revolução Francesa. Enquanto a Bastilha é tomada pelas forças revolucionárias em Paris, a não tão bucólica comuna de Chartres é assolada por uma maldição diabólica nascida do mais profundo desejo de vingança. Os belos desenhos são de Horácio Jordan e Marcelo Borba, com arte-final precisa de John Castelhano.

Completando a edição, um bônus especial: a primeira história de Zan-Garr produzida no final dos anos 1990, e que ainda permanecia inédita numa publicação impressa. É nessa HQ, desenhada por Marcelo Borba e arte-finalizada por André Valle, que o Príncipe da Valakia encontra Lilith, a Rainha Vampira pela primeira vez.

A tiragem de Almanaque Meteoro 6 é limitada. Para adquirir um exemplar autografado, os interessados devem entrar em contato com o editor pelo e-mail guedesbook@gmail.com ou acessar o site.

ALMANAQUE METEORO 6
Guedes Manifesto Produções Editoriais
Editor e roteirista: Roberto Guedes
Formato: 15 x 21 cm
36 páginas – Miolo P/B
Capa (pintura em guache): Daniel Alves
R$ 15

Crítica: Capitão América – Guerra Civil (SEM SPOILERS)

guerracivil

Em respeito aos leitores do blog, o texto abaixo não contém spoilers

Há alguns anos, “super-herói” deixou de ser um gênero de cinema. Por questões de inteligência e sobrevivência, para não deixar a fórmula esgotar, roteiristas e diretores passaram a tratar os personagens de quadrinhos e seus superpoderes como pano de fundo para outros gêneros, como suspense político (Capitão América 2: O Soldado Invernal, de 2014), drama histórico (a crise dos mísseis de Cuba, em X-Men: Primeira Classe, 2011) e até comédia (Guardiões da Galáxia, 2014).

Capitão América: Guerra Civil, que estreou nessa quinta-feira, dia 28, no Brasil, faz parte dessa nova abordagem. O filme beira a perfeição: não há furos ou atalhos de roteiro, as cenas de ação são um espetáculo de coreografia, muito bem distribuídas nas 2h30 de duração, e os momentos de humor são equilibrados.

Na trama, um novo incidente coloca as ações dos Vingadores em suspeição. Cento e dezessete países assinam o Tratado de Sokovia, documento que obriga a superequipe a operar sob supervisão das Nações Unidas.

A decisão divide os heróis, tendo como expoentes Capitão América (Chris Evans, contra) e Homem de Ferro (Robert Downey Jr., a favor). Os demais membros tomam partido muito mais por lealdade ou pragmatismo do que por convicção.

Em meio a esse debate, surgem duas figuras controversas: o Soldado Invernal (Sebastian Stan), amigo de infância do Capitão que foi transformado pela Hidra num mercenário assassino e é caçado pelos crimes do passado, e Helmut Zemo (Daniel Brühl), um pote cheio de mágoa e desejo de vingança.

Talvez aí resida o único senão de Guerra Civil. Mais que o Tratado de Sokovia (o equivalente ao Registro de Super-Heróis dos quadrinhos), é a motivação pessoal, e não a ideológica, que vai dar o contorno das desavenças entre os heróis no desenrolar da trama.

Os estreantes

Boa parte dos heróis criada no universo cinematográfico da Marvel desde 2008 está no filme: os já citados Capitão América e Homem de Ferro, Falcão (Anthony Mackie), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Máquina de Combate (Don Cheadle), Viúva Negra (Scarlett Johansson), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e Homem-Formiga (Paul Rudd).

Apesar de conhecidos do público e de cada um ter recebido seu quinhão de atenção, quem brilha mesmo são os estreantes Homem-Aranha (Tom Holland) e Pantera Negra (Chadwick Boseman).

O primeiro faz parte de um acordo entre Marvel e Sony (que detém os direitos do personagem no cinema). O reboot funcionou: Peter Parker ganhou sua versão cinematográfica mais condizente com os quadrinhos em termos de idade, visual, personalidade e poderes. Todo esse cuidado só aumenta a expectativa para o filme solo do aracnídeo, agendado para o ano que vem.

Da mesma forma, o Pantera Negra é a perfeita tradução de sua contraparte nos quadrinhos. Vale um destaque para seu estilo de luta que lembra o de um felino. Também ele ganhará filme solo, em 2018.

Mesmo não sendo um estreante, o Homem-Formiga guarda uma das maiores surpresas do filme para os fãs.

Ótimo, mas não o melhor

spider-man-black-panther-and-vision-to-have-strong-arcs-in-civil-war-783524

Capitão América: Guerra Civil é um baita filme. Impõe um paradigma de qualidade que vai dar trabalho para os roteiristas e diretores dos próximos filmes da Marvel igualarem. Pela densidade do roteiro, pelo cuidado e respeito com um grande número de personagens, pelo notório comprometimento dos atores, pelas homenagens prestadas aos leitores de quadrinhos, Guerra Civil merece lugar privilegiado entre os melhores filmes de super-heróis de todos os tempos.

Ainda assim, não é “o” melhor. Não é nem mesmo o melhor filme do universo cinematográfico da Marvel. Não tem o mesmo vigor de Os Vingadores (2012), a tensão de O Soldado Invernal ou a ousadia de Guardiões da Galáxia (nossas críticas aquiaqui e aqui). E isso não é nenhum demérito. Um filme de super-herói não precisa ser “o” melhor para ser ótimo, precisa ser empolgante, inteligente e bem feito.

Guerra Civil é, sem dúvida, um ótimo filme. Que merece ser visto, revisto e comentado, agora e nos muitos anos pela frente.

“Mundo” lança Coleção Super-Heróis

Coleção Mundo dos Super-Heróis

Do Press-Release

Em seus quase dez anos de existência, a Revista Mundo dos Super-Heróis ficou conhecida como a “revista dos grandes dossiês”, aquelas reportagens de capa extremamente aprofundadas que esmiúçam a carreira de personagens, artistas e editoras.

Pois agora uma boa parte desse valioso material (inclusive de edições já esgotadas) foi reeditado e ampliado para sair em sete volumes capa dura na Coleção Super-Heróis. O resultado é uma enciclopédia ímpar, que merece lugar de destaque na estante de todo fã de cultura pop.

Cada livro da Coleção Super-Heróis tem 100 páginas, formato 19,4 cm x 25,4 cm e é dividido entre um herói da Marvel e outro da DC. E, de cara, a coleção traz o Homem-Aranha e o Flash, dois dos mais cativantes personagens dos quadrinhos.

O Homem-Aranha é o ápice do estilo da Marvel de criar heróis falíveis e assolados por problemas do cotidiano, uma fórmula de sucesso que acompanha a editora há mais de cinco décadas. Já o Flash surgiu na Era de Ouro dos quadrinhos (1938 a 1945) e teve grande importância na recuperação do gênero super-heróis nos anos 1950. Hoje, é uma personalidade sempre em evidência nas tradicionais sagas da DC.

Esse é o conteúdo de toda a Coleção Super-Heróis:
> Volume 1: Homem-Aranha / Flash
> Volume 2: Batman / Homem de Ferro
> Volume 3: Capitão América / Lanterna Verde
> Volume 4: Superman / Thor
> Volume 5: Hulk / Aquaman
> Volume 6: Mulher-Maravilha / Wolverine
> Volume 7: Demolidor / Arqueiro Verde

A Coleção Super-Heróis está à venda nas bancas e livrarias a partir de abril, com periodicidade bimestral. Cada exemplar custa R$ 49 (a coleção toda sai por R$ 343). Mas é possível conseguir um belo desconto ao comprar diretamente na Editora Europa. Daí, a coleção sai por R$ 249 à vista (ou 12 parcelas de R$ 20,75). Assim, cada exemplar custa menos de R$ 36, e o frete é por conta da editora (válido só para endereços no Brasil).

Para adquirir a Coleção Super-Heróis, basta ligar para (11) 3038-5050 (Grande São Paulo) ou 0800 8888 508 (demais localidades). Quem preferir, pode também fazer a assinatura da coleção pelo site.

Coleção de miniaturas da Turma da Mônica pela Salvat

turmadamonicasalvat

Do Press-Release

Agora o público poderá curtir, em sua casa, a coleção completa dos personagens da Turma da Mônica, que será lançada no dia 28 de abril. Mônica, Cebolinha, Magali, Cascão, Chico Bento e muitos outros ganharão réplicas nostálgicas, feitas para eternizar os bons momentos da infância e as lembranças dos antigos e novos leitores.

A coleção conta com 60 miniaturas, pintadas à mão, dos personagens da turminha mais querida do Brasil. O fascículo possui a ficha dos personagens, com suas principais características e a evolução do seu traço, divertidas histórias em quadrinhos com o personagem de cada edição, informações sobre Mauricio de Sousa, o processo da criação das histórias e dicas para desenhar.

A coleção chega quinzenalmente às bancas de SP, RJ e ES, sendo a primeira e segunda entregas a valores promocionais (R$ 9,90 e R$ 29,90, respetivamente) e a partir da terceira edição por R$ 49,90. Informações e novidades sobre a coleção e as miniaturas poderão ser acompanhadas na página da coleção.

“SPAM” reúne cinco mulheres quadrinistas para falar de lixo eletrônico e cotidiano

Capa SPAM

Do Press-Release

Fenômeno (ou catástrofe) da comunicação eletrônica, o spam – aquele monte de lixo e de propagandas não autorizadas que abarrotam as caixas de e-mail diariamente – não poupa ninguém.

Cinco mulheres quadrinistas foram convidadas para dar sua visão pessoal sobre o tema: Camila Torrano (de A Travessia), Cátia Ana (autora da webcomic O Diário de Virgínia), Cynthia B. (que teve tiras publicadas na Folha de S. Paulo e revista Piauí), Germana Viana (Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço) e Samanta Flôor (O Astronauta de Pijama).

Assim nasceu SPAM (Zarabatana Books, 80 páginas, R$ 44), que teve lançamento nos principais eventos de quadrinhos do ano passado: o Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), em Belo Horizonte/MG, e a Comic Con Experience (CCXP), em São Paulo.

Do cotidiano de um grupo de amigos que trabalha na padaria à experiência transcendental que transforma a vida de uma senhora preconceituosa, passando pela noite apimentada que não dá certo, animais antropomórficos e uma intervenção alienígena, tudo cabe nos diferentes pontos de vista e estilos gráficos dessas autoras.

Como destaca a professora Sônia M. Bibe Lutyen em seu prefácio, “a personagem feminina construída e produzida no registro masculino não coincide com a mulher (…).Entra aí um discurso que permeia a idealização da mulher dentro dos papéis a ela atribuídos: ou há uma sublimação do objeto amado ou ela é execrada. Não é absolutamente o caso desta coletânea”.

Mais que algumas dezenas de páginas de diversão, SPAM ratifica o talento, a maturidade e a diversidade da atual produção nacional de quadrinhos.

As autoras

Camila Torrano é quadrinista, ilustradora e concept artist para games. Em 2012 publicou seu primeiro trabalho solo: A Travessia (Escrita Fina Edições). Atualmente trabalha com games, faz freelance e continua sua produção de quadrinhos e ilustrações autorais.

Cátia Ana é quadrinista e programadora visual na Universidade Federal de Goiás. Publicou de 2010 a 2015 a webcomic O Diário de Virgínia, que concorreu, em 2011 e 2015, ao troféu HQMix na categoria webquadrinhos. Participou das três últimas edições da exposição Batom, Lápis e TPM em Piracicaba, São Paulo.

Cynthia B. é cartunista formada em medicina. Já publicou na Folha de S. Paulo, revista Piauí e diversas em revistas independentes, inclusive nas duas edições da Golden Shower, que ela mesma editou. Atualmente está fazendo residência artística na Maison des Auteurs, em Angoulême, França.

Germana Viana é quadrinista, autora de Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço e integrante do coletivo de quadrinhos CBGibi. Trabalha também com ilustração, letreiramento e design.

Samanta Flôor é formada em Arquitetura pela UFPel (2004) e trabalha como ilustradora e cartunista freelancer para editoras e para publicidade. Participou do livro MSP Novos 50 (2011), lançou o álbum Toscomics pela Café Espacial/Marca de Fantasia (2013) e realizou uma exposição individual em Beja, Portugal. Em 2015 lançou seu segundo livro infantil: O Astronauta de Pijama (Marsupial) e participou do Guia Culinário do Falido (Balão Editorial).

Sobre a editora

Com sede em Campinas, no Estado de São Paulo, a Zarabatana Books publica livros e quadrinhos, nacionais e estrangeiros, que não costumam ter espaço nas demais editoras de quadrinhos brasileiras.  Em 2008, trouxe para o Brasil as tiras de Macanudo, do argentino Liniers, e desde então vem publicando regularmente a produção de quadrinhos daquele país, com destaque para a coletânea Fierro.

Publicou, entre muitas outras, obras premiadas como Bando de Dois, de Danilo Beyruth, e a série de graphic novels de Guy Delisle, narrando suas experiências vivendo em alguns dos países mais problemáticos do mundo: Shenzhen (China), Pyongyang (Coreia do Norte), Crônicas Birmanesas (Myanmar) e Crônicas de Jerusalém (Israel).

SPAM

Autoras: Camila Torrano, Cátia Ana, Cynthia B., Germana Viana e Samanta Flôor

Editora: Zaratana Books

Páginas: 80 (capa e miolo coloridos)

Formato: 16 x 23 cm

Preço: R$ 44,00

www.zarabatana.com.br

 

Página 0 de 183

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2016